Letras UFABC

24/09/2012

A história que salta aos olhos

Filed under: Vídeos — Gabriel Kernnuak Farias @ 20:27
Tags: , , ,

Num passado não muito distante, o noticiário do Repórter Esso carregava em seu slogan a seguinte afirmação: testemunha ocular da história.

Se na longínqua década de 50 isso era apenas um recurso para atrair publicidade, no século XXI – da transmissão digital, da fotografia de celular e do fluxo constante de informações da web – não seria pretensioso se alguém se julgasse como tal. Nossa sociedade tem recursos disponíveis para escrever e documentar sua própria história como nenhuma outra teve. Se na era da televisão éramos todos agentes passivos de um esquema de broadcasting, hoje somos todos espectadores e cinegrafistas amadores, documentando a história em posts, tweets e uploads.

O vídeo abaixo é um recorte – apenas um dentre outros tantos – da história do mundo, inteiramente produzido por cinegrafistas amadores e testemunhas oculares. Talvez as gerações futuras não encontrem nossos registros em grandes bibliotecas, letras do próprio punho ou documentos datilografados. Quem sabe um hiperlink.

Anúncios

19/09/2012

Da rede pro palco – o grande apartamento de Cícero

Filed under: Dicas,Eventos,Música,Vídeos — Gabriel Kernnuak Farias @ 17:34
Tags: , , ,

Lembro como se fosse ontem: eu tinha um blog dedicado exclusivamente a falar de música e peripécias afins – sim, musicófilo de carteirinha, embora a tenha perdido na beirada de algum palco – quando uma amiga comentou comigo que tinha achado o lançamento mais legal de 2011. Tudo à distância, pela internet. Mais dois cliques e a melodia, crescente, ecoava pelo quarto – e não que isso significasse muita coisa, mas só reforça a imagem de que Cícero Rosa Lins personifica uma geração de artistas que devem à web toda a exposição que tiveram, especialmente no início de suas carreiras.

A rápida popularização do álbum Canções de Apartamento (2011) pode fazer parecer que se trata de mais um sucesso meteórico na música brasileira. Não é bem por aí. Além de DJ, Cícero integrava a banda Alice, fundada em 2003. Em seu background musical constam ecléticas referências: de Gram a Explosions In The Sky passando por The Strokes (Cícero fez um cover de Barely Legal na comemoração de dez anos do debut da banda, promovida pelo Rock’n’Beats), nada foge aos ouvidos do cantor, que imprime suas influências em cada uma de suas composições sem, contudo, deixar de ser original.

Comparações existem – há quem diga que existe um tanto de Los Hermanos em Canções de Apartamento; outros apelam ao velho jargão da nova MPB para descrevê-lo – mas não são suficientes para definir o repertório multifacetado do artista. Entre o açúcar e o adoçante, Cícero segue sendo uma doce descoberta da música contemporânea.

Cícero é uma das atrações do festival Sai da Rede no segundo fim de semana de shows. Você encontra mais informações no site do evento.

SAI DA REDE

Dia 22/09, Sábado, às 16h
Praça do Patriarca, Centro – SP
Grátis

18/09/2012

The beats and the bullets

Filed under: Cinema,Vídeos — Gabriel Kernnuak Farias @ 15:36
Tags: , , , ,

Uma vez lançado para as telas de cinema, On The Road parece dar nova vida à literatura beat, trazendo à tona seus personagens mais importantes. William S. Burroughs é um deles – descrito por Eduardo Bueno, primeiro brasileiro a se aventurar na estrada de Kerouac e autor da mais consagrada tradução em língua portuguesa do livro.

31/08/2012

Tropicália com vista pro mar e nas telas de cinema

Filed under: Cinema,Diversão,Geral,Vídeos — Gabriel Kernnuak Farias @ 21:31
Tags: , , , , ,

A iniciativa da Odebrecht minguou. Se o objetivo era homenagear os tropicalistas, batizando as dependências de um de seus novos empreendimentos em Salvador com referências ao movimento da Tropicália, os principais interessados não fizeram questão das honras. O condomínio luxuoso ao lado do parque ecológico de Pituaçu tem vista pro mar, amplo espaço interno e era divulgado como o local “onde o divino encontra o maravilhoso”, citando a canção de Caetano Veloso. O baiano foi um dos primeiros a levantar a voz contra a tentativa de “comercializar o movimento”, como indica matéria publicada no Terra Magazine.

Ainda que a Tropicália não tenha vocação pra nomear edifícios, sua história pode render um bom filme. Pelo menos é o que parece: de acordo com o calendário de estreias do Omelete, o filme Tropicália estreia no próximo dia 14 e promete revelar bastidores de um dos movimentos mais emblemáticos da cultura nacional. Abaixo você confere o trailer do longa de 72 minutos e direção de Marcelo Machado.

29/08/2012

O sublime da paródia

Filed under: Geral,Rapidinhas Linguísticas,Vídeos — Gabriel Kernnuak Farias @ 23:47
Tags: , , , ,

Compreende-se por paródia a reprodução humorística, irônica ou burlesca de uma determinada obra literária. Tal interação, contudo, que é estabelecida a partir da recriação de uma obra já existente (por vezes conferindo-lhe novo sentido) também pode ocorrer em outros campos da arte que não estejam necessariamente ligados à linguagem escrita – existem paródias de músicas e filmes, por exemplo.

O Spoleto recorreu à paródia para construir, seguramente, uma das propagandas mais legais dos últimos tempos. Sem recorrer a velhos chavões, a empresa se aproveitou de uma crítica, publicada semanas atrás, ao modelo de atendimento utilizado em seus restaurantes e produziu uma peça bem humorada, valendo-se de grande genialidade para contornar um problema.

A crítica, abaixo, foi originalmente publicada pelo canal Portadosfundos.

E a resposta, rápida, pelo perfil Spoletobr.

18/08/2012

O medo de perder e os embalos de sábado à noite

Filed under: Geral,Vídeos — Gabriel Kernnuak Farias @ 18:13
Tags: , , ,

A seção “eventos” do Facebook indica que ainda restam nove compromissos a serem cumpridos na próxima semana – três deles no mesmo dia. Enquanto isso, a cada atualização da (famigerada) linha do tempo, surgem fotos recém tiradas de amigos em festas, notificações sobre o show de uma banda de rock na cidade ao lado e alguns outros (tantos) posts lamentando alguma espécie de solidão ou tédio indesejável para a noite de sábado. Enquanto isso você continua a explorar as redes sociais – amealhando alguma informação do meio de uma quantidade exorbitante de dados – e enfim posta: “Feliz! Tenho cinema e pipoca pra noite de hoje”, anexando a foto de dois DVDs recém comprados, quiçá numa tentativa de mostrar que está tão feliz quanto os amigos marcados nas fotos da festa.

A situação hipotética não é tão difícil de ser imaginada. Arrisco dizer, comum nos dias recentes. Desde o boom das redes sociais, iniciado em pequenas comunidades no Orkut, passando pelo streaming de muitos fatos e poucas palavras do Twitter até a explosão da linha do tempo multimídia do Facebook, abriu-se espaço para diversas formas de compartilhamento na internet. Desde o caderno de economia de uma publicação européia até imagens de si mesmo num bar na Vila Madalena, nada é tão pessoal que não possa ser público. O fluxo intenso de informações, contudo, foi o que bastou para alimentar aquilo que tende a ser um dos males do século XXI: F.O.M.O.

O Fear Of Missing Out, embora não seja uma sensação desconhecida ao ser humano, é um problema emblemático da era digital. Consiste, literalmente, no “medo de estar por fora” ou no receio de perder aquilo que há de melhor, intensificado quando há a percepção de que, a opção por passar um fim de semana sozinho, seja lendo Guerra e Paz ou assistindo ao último filme do Woody Allen, implica na recusa àquela festa com os amigos ou ao show da sua banda preferida que ocorre numa cidade vizinha. Segundo o médico Ricardo de Oliveira, coordenador de neurociências do Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (em entrevista à Você s/a), a denominação recente só remonta um antigo problema. “Quem nunca lamentou não fazer parte de determinado grupo?”, perguntou o neurologista e neuropsiquiatra.

O F.O.M.O remete a um misto de irritabilidade, ansiedade e sensação de deslocamento de um determinado grupo e deve-se em grande parte à falta de maturidade na relação ente usuário e redes sociais, elementos consideravelmente recentes no contexto das relações humanas. À medida que os próprios sites estimulam o compartilhamento de informações (na homepage da antiga versão do Twitter encontrava-se um quase invasivo “what are you doing?”, posteriormeste substituído por um estimulante e abrangente “what’s happening?” – no Facebook a pergunta diz respeito ao que você está pensando), cabe ao usuário ter critério quanto aos seus objetos de compartilhamento, bem como fazer uma seleção clara daquilo que é informação relevante e o que não é.

Ainda que exposição àquilo que os outros está fazendo seja inevitável, a consciência dessa realidade é um passo para evitar o Fear Of Missing Out e problemas adjacentes. Não, você não é o John Travolta e os embalos do sábado à noite não são só seus. De todo modo, o vídeo da JWTIntelligence ajuda a elucidar estatisticamente a raiz desse problema.

06/08/2012

Para que serve uma monocotiledônea?

Filed under: Discussões,Geral,Vídeos — Gabriel Kernnuak Farias @ 04:17
Tags: , , ,

Num rápido exercício de memória, tente lembrar da sua vida sem a internet. Lembre-se de como se desenvolviam as relações de amizade, de trabalho e de aprendizado, ou das diferentes necessidades comuns ao mundo que precedia a web. Na ausência do Google, à menor necessidade de pesquisa recorria-se à Barsa – ou a qualquer outra volumosa enciclopédia de papel, que abrigava um extenso conteúdo e ocupava um significativo espaço físico na estante. Conteúdo era expresso em páginas e grafado à tinta, inflexível a alterações quando seus dados alcançassem a obsolescência.

Com a popularização do world wide web esse cenário sofreu profundas mudanças. Pesquisa e Google tornaram-se sinônimos. Wikipedia tornou-se referência popular enquanto enciclopédia valendo-se do conhecimento coletivo. Redes sociais aproximaram pessoas com interesses afins e promoveram diálogo, viabilizando a troca de informações e a produção de conteúdo em todos os campos de conhecimento.

Diante desse quadro, demanda-se uma série de mudanças em alguns setores da sociedade. O vídeo abaixo é um excerto da palestra (que você encontra na íntegra aqui) na qual Luli Radfahrer* fala sobre as mídias sociais e a escola do século XXI – os caminhos da difusão do conhecimento numa sociedade hiperconectada e que possui fácil acesso à informação.

*Luli Radfahrer é Ph.D em comunicação digital pela ECA-USP, de onde é professor há mais de 15 anos. Mais informações podem ser encontradas em seu blog.

24/07/2012

Coisa de gente grande

Filed under: Cinema,Geral,Vídeos — Gabriel Kernnuak Farias @ 17:32

Animação deixou de ser programa exclusivo para crianças há muito tempo. Especialmente a partir de agora, passará a ser coisa séria – tão séria que o vencedor principal da vigésima edição do Anima Mundi ganhará o direito de se inscrever para concorrer ao Oscar.

Amanhã, 25, o evento começará a ser exibido nas salas paulistanas – Memorial da América Latina e Centro Cultural Banco do Brasil. Para mais informações sobre a programação do evento clique aqui.

O catálogo do Anima Mundi 2012 também foi divulgado pelo site oficial do evento. A peça contem informações sobre as atrações do festival e você pode acessá-la clicando aqui.

 

Centro Cultural Banco do Brasil

ENDEREÇO: Av. Álvares Penteado, 112 Centro – São Paulo
TELEFONE: (11)3113-3650, 3113 3651, 3113 3652
HORÁRIO: Horário de funcionamento: Qua à Dom 9h às 21h

Memorial da América Latina

ENDEREÇO:Av. Auro Soares de Moura Andrade 664 – Barra Funda – São Paulo
TELEFONE:(11) 3823-4600
HORÁRIO:Horário de funcionamento: Qua à Dom 9h às 23h

10/07/2012

Como ser um grande escritor

Filed under: Cinema,Geral,Vídeos — Gabriel Kernnuak Farias @ 17:08
Tags:

Atualmente Charles Bukowski é autor conhecido do público brasileiro. O que, de fato, não significa dizer que lhe é dado o devido reconhecimento – ao passo que possui uma parcela significativa de seus livros traduzidos para o português, o autor nunca conseguiu se livrar do estigma de subliterato.

Mesmo na peça chave de sua bibliografia, Misto-Quente, o autor se faz valer de altas doses de álcool e escatologia e uma quantidade razoável de palavrões, além de recorrer a figuras marginalizadas pela sociedade de forma a construir o cenário de pobreza no qual se desenvolve sua obra.

Presente em prosa e verso, a recente popularização do autor ganhou adaptações audiovisuais. “Como Ser Um Grande Escritor” é uma delas, laureada no Gramado Cine Vídeo 2009, na categoria “melhor ficção universitária”.

16/03/2011

Hitler e o X-Box

Filed under: Diversão,Geral,Vídeos — Letras UFABC @ 14:30
Tags: , , , , , , , , , , ,

Infelizmente, no início dessa semana, foi furtado o X-Box do Centro de Vivência do DCE-UFABC. Os integrantes da organização fizeram B.O. e todos os alunos estão aguardando o desenrolar dos fatos.

Eis então que o Guilherme, com muita criatividade e rapidez fez o vídeo abaixo. Não há como não rir!

 

 

Ana

Letras UFABC

01/03/2011

Noitão do Belas Artes – Março/2011

Olá! Como estão?

Você conhece o Noitão do Belas Artes?

Toda segunda sexta-feira do mês no Cinema Belas Artes ocorre uma madrugada de filmes! Com início às 23:50h da sexta-feira e término às 6:00h do sábado, aproximadamente, o público presente pode desfrutar de 3 sessões de filmes, sorteios de brindes e um lanchinho no café da manhã!

Como muitos devem saber, o cinema vai fechar em breve, caso os proprietários não consigam negociar o valor do aluguel com o dono do imóvel. Então essa pode ser a última vez que você tem a chance de participar de um evento tão ímpar da cidade de São Paulo no lugar onde ocorre atualmente.

A programação para o mês de  março é a seguinte:

FILMES: Os inéditos ‘Caminho da Liberdade’ e ‘Mistério da Rua 7’ e as reprises ‘Os Famosos e os Duendes da Morte’ e ‘Eu Me Chamo Elisabeth’. Um filme-surpresa completará a programação.

DIA: 04 de Março, sexta-feira

HORÁRIO: A partir das 23h50min

INGRESSO PARA O NOITÃO: R$ 20,00 (estudantes pagam meia-entrada)

*Dica: não deixe para comprar o ingresso na última hora, pois correrá forte risco de ficar sem!

ENDEREÇO: Belas Artes – Rua da Consolação, 2423

TEL.: (11) 3258-4092

Fichas Técnicas:

“Caminho da Liberdade”


Título original: The Way Back

Lançamento: 2010 (EUA)

Direção: Peter Weir

Atores: Colin Farrel, Dragos Bucur, Ed Harris

Duração: 133 minutos

Gênero: Drama

Sinopse: Em 1940, pegos pelo regime stalinista, sete prisioneiros aproveitam-se da nevasca para fugir de Gulag Soviético. A liberdade desses homens tem um preço: ele tem poucas chances de chegarem a um lugar seguro sem serem pegos novamente e correm risco de morte.

Trailer

“Mistério da Rua 7”


Título original: Vanishing on 7th Street

Lançamento: 2010 (EUA)

Direção: Brad Anderson

Atores: Hayden Christensen, Thandie Newton, John Leguizamo, Jacob Latimore

Gênero: Terror

Sinopse: A cidade de Detroit está no escuro, graças a um apagão. A população some e a situação de abandono é evidente. Um grupo de pessoas que não se conhecem é o único sinal de sobrevivência. Eles, então, decidem se proteger em uma taberna abandonada, quando percebem que a escuridão fora do esconderijo está pronta para atacá-los e a única chance de ficar seguro é colocando fim às fontes de luz.

Trailer

“Os Famosos e os Duendes da Morte”


Título original: Os Famosos e os Duendes da Morte

Lançamento: 2009 (Brasil/França)

Direção: Esmir Filho

Atores: Henrique Larré, Ismael Caneppele, Tuane Eggers, Samuel Reginatto

Duração: 101 minutos

Gênero: Drama

Sinopse: Um garoto de 16 anos, fã de Bob Dylan, tem acesso ao restante do mundo apenas por meio da internet, enquanto vê os dias passarem em uma pequena cidade rural de colonização alemã, no sul do Brasil. Mas uma figura misteriosa o faz mergulhar em lembranças e num mundo além da realidade.

Trailer

“Eu me chamo Elisabeth”


Título original: Je m’appelle Elisabeth

Lançamento: 2006 (França)

Direção: Jean-Pierre Améris

Atores: Alba Gaïa Kraghede Bellugi, Stéphane Freiss, Maria de Medeiros

Gênero: Drama

Sinopse: Elisabeth (Alba Gaïa Kraghede Bellugi) tem dez anos e, nos anos 1940, vive no interior da França com seus pais, em fase de separação, e uma empregada que quase não fala. Ela se sente solitária, com medo do escuro e fantasmas. Quando um jovem desconhecido, fugitivo de uma clínica, aparece em seu quintal, ela o esconde numa cabana nos fundos da casa, passando a protegê-lo e a tratá-lo como confidente e melhor amigo.

Trailer

 

Imperdível a programação, não? Vemo-nos lá!

Ana

Letras UFABC

*Fontes: Comunidade Noitão Belas Artes, Interfilmes

03/02/2011

UFABC: Acredite!

Filed under: Geral,Textos,Vídeos — Letras UFABC @ 16:06
Tags: , , , ,

Olá! Como vão?

Você acredita na UFABC? Através do Enem, mais de 17 mil vestibulandos acreditaram na UFABC nesse ano de 2011. O Bacharelado em Ciência e Tecnologia em Santo André foi o curso mais procurado pelos estudantes no Sisu (Sistema de Seleção Unificada) em 2010 e também em 2011. Um curso abrangente, diferente daquilo a que todos estão acostumados, sua palavra-chave é: INTERDISCIPLINARIDADE. Com uma base sólida em disciplinas de diversos ramos da ciência e da tecnologia, como matemática e computação, o estudante pode, ao terminar esse curso, seguir em alguma engenharia, licenciatura ou bacharelado oferecidos pela universidade.

Mas nem tudo são flores! A universidade tem pouco mais de 5 anos e passa por processos de estabilização tanto no campo físico quanto no intelectual. O campus interminado incomoda alunos, funcionários e também a oposição do governo que a inaugurou, o PT. Os cursos estão sendo reconhecidos aos poucos pelos órgãos competentes; o reconhecimento da excelência em pesquisa e ensino, com seu corpo docente 100% doutor está ocorrendo; a adaptação dos estudantes a essa nova realidade interdisciplinar também está ocorrendo. Esses processos trazem insegurança a alunos, professores e também aspirantes a uma vaga na concorrida universidade.

Eis então que o Ricardo, aluno da UFABC, representou num vídeo de menos de 10 minutos tudo aquilo que os alunos tem entalado em seus peitos. Parodiando um vídeo motivacional de muito sucesso, Use Filtro Solar, Ricardo expôs os fatos da vida acadêmica de um @alunodaufabc (que se assemelha a vida acadêmica dos alunos de outras universidades) mostrando pontos engraçados, trágicos mas acima de tudo: mostrando que devemos acreditar na UFABC, orgulhar-nos por estar lá e  ajudar a construí-la, pois ela certamente será uma referência em ensino e pesquisa no Brasil antes do que você possa imaginar.

 

 

Até mais!

 

Ana

Letras UFABC

11/12/2010

Terrorismo Poético – O Filme

Filed under: Vídeos — Letras UFABC @ 10:21
Tags: , , ,

BREVE SINOPSE
O curta “Terrorismo Poético, o Filme”, de MaicknucleaR, é o primeiro filme brasileiro sobre o tema e trata-se de uma abordagem ao estranhamento da normatividade social e a ruptura da rotina através de intervenções de cunho poético e ações que propõe o uso reflexivo do espaço urbano, com atos provocadores, através de atuações que beiram o cômico, mas tendo a seriedade dos temas como ato de reflexão.

Contando com a participação dos renomados literatos e performers Paloma Kliss, Marcelo Ariel, Chiu Yi Chih e da atriz e psicologa Rita Medusa, o curta foi totalmente gravado em São Paulo, em locais como Praça Roosevelt, Avenida Paulista e Igreja da Consolação, tendo seu grande final na Casa das Rosas.

Veja o vídeo no SITE OFICIAL:

Terrorismo Poético – O Filme

Fantasia-te.

E lembre-se: “Arte como crime; crime como arte.”

 

Ana

Letras UFABC

09/11/2010

Noitão do Belas Artes – Novembro/2010

Olá! Como estão?

Você conhece o Noitão do Belas Artes?

Toda segunda sexta-feira do mês no Cinema Belas Artes ocorre uma madrugada de filmes! Com início às 23:50h da sexta-feira e término às 6:00h do sábado, aproximadamente, o público presente pode desfrutar de 3 sessões de filmes, sorteios de brindes e um lanchinho no café da manhã!

A programação para o mês de  novembro é a seguinte:

FILMES: Os inéditos ‘A Vida Durante a Guerra’ e ‘O Garoto de Liverpool’. Um filme-surpresa completará a programação.

DIA: 12 de Novembro, sexta-feira

HORÁRIO: A partir das 23h50min

INGRESSO PARA O NOITÃO: R$ 20,00 (estudantes pagam meia-entrada)

ENDEREÇO: Belas Artes – Rua da Consolação, 2423

TEL.: (11) 3258-4092

Fichas Técnicas

“A vida durante a guerra

Título original: (Life During Wartime)

Lançamento: 2010 (EUA)

Direção: Todd Solondz

Atores: Allison Janney , Charlotte Rampling, Ciarán Hinds, Shirley Henderson, Michael K. Williams

Duração: 98 min

Gênero: Comédia Dramática

Sinopse: As três irmãs Jordan seguem em busca da vida ideal. Separada do marido Bill (Ciarán Hinds), preso por pedofilia, Trish (Allison Janney) decide se casar com o novo namorado. Mas Bill é libertado e tenta se reaproximar do filho, deixando-a dividida entre perdoá-lo e iniciar uma vida totalmente nova. Ao mesmo tempo, sua irmã Joy (Shirley Henderson), também assombrada por antigos relacionamentos, abandona o emprego e parte em busca de uma vida simples. Já a terceira irmã, Helen (Ally Sheedy), sente-se pressionada pela família e por seu sucesso em Hollywood.

Trailer: A VIDA DURANTE A GUERRA

“O Garoto de Liverpool”


Título original: (Nowhere Boy)

Lançamento: 2009 (Canadá) (Inglaterra)

Direção: Sam Taylor-Wood

Atores: Aaron Johnson, Kristin Scott Thomas, David Threlfall, Josh Bolt, Anne-Marie Duff

Duração: 98 min

Gênero: Drama

Sinopse: John Lennon (Aaron Johnson) é um jovem inteligente e solitário que vive pelas ruas da agitada Liverpool pós-guerra. Sonha em ser como rei Elvis Presley e tenta encontrar seu papel no mundo. Criado pela rígida tia Mimi (Kristin Scott Thomas), ele encontra no rock’n’roll um lugar para expor seus dilemas e energia. Até que descobre no amigo Paul McCartney (Thomas Sangster) uma forte sintonia, montando com este uma banda de rock.

Trailer: O GAROTO DE LIVERPOOL

Vemos-nos lá! Boa sessão!

*Fontes: Belas Artes, Adoro Cinema

Ana

Letras UFABC

29/10/2010

29 de Outubro – Dia do Livro

Filed under: Geral,Vídeos — Letras UFABC @ 12:59
Tags: , , ,

Hoje é Dia do Livro! Isso mesmo, esse companheiro de tantas horas… Horas de estudo, de lazer, de descobertas, de aventuras, de exercício da imaginação!

Em Agosto, os responsáveis pelo Google Books, que pretendem digitalizar todos os livros do planeta (iniciativa alvo de críticas para muitos), realizaram o cálculo de quantos livros havia no mundo até tal data. Resultado?

129.864.880  LIVROS

Seriam muitas vidas para lê-los!

Bem, na verdade não sei até que ponto ler é bom. Chego até a achar que deveria ser proibido. Proibido mesmo! Seguem abaixo os argumentos!

 

 

Feliz Dia do Livro!

Fonte: Site da Veja

 

Ana

Letras – UFABC

Próxima Página »

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: